Quinta-feira, 08 de Abril de 2010

Quão me foi de tão triste a despedida

Se de mim parte foi, parte ficou

Mais mágoa causa quem as roubou

E entre elas não há má nem preferida.

 

Mas a que ficou aqui guarnecida

Que será da outra que de mim voou?

Pois se acredito que em nada pousou

Só de restar vê-la posso perdido

 

Quão me dói quando tão triste cá vem

Pena que chegue não suficiente

Mas não será tão inútil também

 

Apagando tem a chama imponente

De vez em quando pondo água nem

Nada, nada me dirá o que sente.

 

Diogo Ribeiro 10ºB

 



donos das palavras pratadanossacasa às 14:42
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Esta é a nossa casa. A prata que lá temos são meninos, não de prata mas de ouro...
Colégio Dom Diogo de Sousa

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Baú de escritos
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO