Quinta-feira, 13 de Maio de 2010

“We’ll always have each other when everything else is gone”

“Dig”, Incubus

 

            Tomamos as nossas próprias decisões e chamamos-lhes destino. Talvez não seja este o meu destino, mas és tu a minha escolha. Preciso de ti para me sentir viva, deixar-te ir seria como perder tempo com outra coisa quando só tu me atrais. És tu que me surpreendes sem dar tempo de deixar algo para depois, criar força para reagir, nem sequer dar som à voz fraca da impossibilidade de rejeição. Tu sabes o efeito que a tua voz tem em mim, e só com o que me dizes sem dizer fazes com que te ame mesmo que ninguém entenda, eu vejo o que tens de invisível para os outros. E tu vês o quão livre sou sem nunca me renovar, reinventar ou mudar. Sou exactamente como me vês e conheces, e é ao teu lado que estou apesar da liberdade que nos caracteriza.

            É impossível guardar memória mais viva e fiel do que a que eu tenho da tua pele, por isso ficas no olhar, no cheiro e no eco da voz. Preenches-me; continuo enternecida pela existência que me dás ao fazer de mim o teu sorriso e ao encontrar nele forças quando estás com medo da tua própria vida.

            Preciso de ti para me sentir viva. Dependo deste amor puro e inevitável que me acorda e descobre o melhor de mim para saber quem sou, e para o que sou. Sou para viver de intensidades, quebrar a rotina, direccionar a energia à nossa felicidade e ter todo o ânimo do mundo, mesmo que sejas a minha escolha mais arriscada, já que, sem querer juntos movemos o próprio mundo: tu és o sentimento mais intenso em mim, e ser racional deixou de parecer uma opção viável perante tal consciência.

            Agora, que não estou em mim e me abasteço de ti, sim, sinto-me viva.

 

Beatriz Cruz 11ºB



donos das palavras pratadanossacasa às 17:59
Esta é a nossa casa. A prata que lá temos são meninos, não de prata mas de ouro...
Colégio Dom Diogo de Sousa

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Baú de escritos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO